Kin-hin

Pergunta: Gostaria de saber sobre a postura do Kin-hin.

Resposta: Existem numerosas posturas diferentes e cada mestre tem boas razões para indicar tal e qual postura. Em geral, se queda imóvel na expiração e sensação da inspiração é que o ar entre pelo tendão de Aquiles.

O manual de kin-hin de Mestre Menzan diz: uma respiração, meio passo. Se fizermos assim, isso não se produz senão no começo, em seguida vem uma respiração, um passo. Existem muitas formas, o pé esquerdo não fica jamais diante do pé direito. Podemos fazer o pé direito, meio passo, em seguida o pé esquerdo e se retoma o pé direito.

O superior de Eihei-ji, que é uma autoridade como o papa, mudou tudo, mas ele tem 94 anos e talvez depois de sua morte tudo volte a ser como era. É uma questão de interpretação. Mestre Sawaki estudou muito o kin-hin, ele dizia que era como o caminhar dos patos. Meio passo, que é isso. Se caminhamos normalmente, isso é meio passo.

Cada mosteiro tem suas características e quando se visita um deles, fazemos como lá onde estamos. A mão não deve tocar o corpo. Cada mestre tem sua própria experiência a transmitir. O mesmo vale para o hokaijoin, a posição das mãos.

Devemos praticar, estudar e fazer como o sentimos.