Budismo Ortodoxo e o Zen

Pergunta: Há diferença entre o Budismo ortodoxo e o Zen?

Resposta: Acho que sim. O Budismo Zen surgiu na China. Naquela época alguns imperadores eram Taoístas e começaram a atacar os Budistas. Queimaram os templos, livros sagrados, mataram monges e monjas. Por essa razão, alguns monges se tornaram leigos, outros fugiram para a montanha, onde não chegava ninguém. Eles começaram a transmitir os ensinamentos Budistas sem livros, sem imagens de Buda, sem nada. Apenas transmitiam com este contato direto entre o mestre e o discípulo.

Quando por exemplo, eu pergunto de onde você vem, eu não estou indagando se você veio do Brasil ou do Japão. Antes de você nascer onde você estava? Depois da morte, para onde você vai? Perguntando assim, entre conversas, perguntas e respostas, foi que surgiu o ensinamento Zen.

Um mestre estava fazendo limpeza na sala, chegou um monge e disse, “Este mundo originalmente está todo limpo. Porque precisa varrer?” “Aí vem um outro grão de pó”, disse o mestre. Assim, vivendo a vida cotidiana e através destes tipos de diálogos, o Zen mostra o ensinamento e isso geralmente não se encontra em outras escolas Budistas ortodoxas, onde tudo depende de sutras, sermões de Buda, cerimônias. O praticante de Zen não dá muita importância a livros sagrados Budistas ou exterioridades. A prática do Zen é a meditação, é entrar no mesmo estado de Iluminamento que o Buda alcançou. Quando se chega a este ponto pode-se usar livros sagrados ou sutras ou ensinamentos livremente.